sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Conheça o submundo do WhatsApp - Grupos secretos

O WhatsApp se tornou indispensável na vida de muita gente. Mais do que apenas um aplicativo para conversar, fazer ligações e mandar mensagens de mídia, o WhatsApp se tornou uma ferramenta de trabalho. Com ele você se conecta de qualquer lugar do mundo a qualquer hora com qualquer pessoa. E tudo isso de graça.
Mas o que nem todo mundo sabe é que se você pagar a taxa de R$10, você terá acesso a grupos que mais ninguém sabe que existe. Os grupos variam dos mais diversos assuntos. Desde trânsito até piadas que estão circulando no mundo. Não tá sabendo de nada disso? Então continue lendo e saiba um pouco mais deste submundo do WhatsApp.
Submundo do WhatsApp
Existem mais de 500 grupos secretos pagos. Vamos citar apenas alguns deles. O primeiro exemplo que funciona muito bem é o grupo de trânsito, onde são compartilhadas informações sobre estradas e rodovias, além de fiscalizações com motoristas de todos os lados do país. Também há comunidades que falam contra o governo, onde seus usuários compartilham imagens, notícias e vídeos contra certo partido político. Além destes dois, há o grupo de “bandas sertanejas” em que os membros podem conhecer novas bandas e músicas selecionadas pela curadoria do grupo.
Mas como funciona?
Em uma matéria do youPIX, Eden Wiedemann conta como descobriu esses grupos secretos e como eles funcionam.
O criador deste esquema secreto é conhecido como “Galego” e está ganhando uma receita enorme apenas gerenciando tais grupos. Ele é responsável por fazer com que todo este sistema funcione, controlando os grupos (limite de 100 pessoas cada) e cobrando uma taxa de R$ 10 reais por mês de seus participantes. Cada participante pode escolher participar de até quatro comunidades. Desta forma, Galego afirma que consegue tirar uma em torno de R$15 mil (?+) por mês, contando apenas com a ajuda de mais duas pessoas.
Sobre o criador...
Galego não quer revelar seu nome, mas disse que leva seu trabalho muito a sério, contribuindo de verdade para ajudar os participantes das comunidades a usufruir a melhor experiência ao participar dos grupos.
Galego também diz ter um espírito empreendedor. Ele afirma ter identificado um nicho com o qual as pessoas pagariam para ter acesso aos conteúdos, mesmo os conteúdos estando todos disponíveis de graça na internet.
Com toda esta história de submundo, Galego não é nada mais que alguém tentando ganhar a vida com seu próprio negócio. E está dando certo. E aí, agora que você sabe sobre os grupos secretos e como eles funcionam, a pergunta que fica: Você pagaria para poder participar e ter acesso a esses conteúdos “secretos” do WhatsApp? Comente o que achou.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário